Dissecando “Gangnam Style”

Escrevi sobre o fenômeno K-pop no blog do IMS:

A esta altura do campeonato, você já deve ter sido atropelado por um vídeo em que um coreano de smoking azul dança como se estivesse cavalgando um cavalo dentro um estábulo – os cavalos do lugar apenas olham enquanto ele pula de pernas arqueadas e gira a mão acima da cabeça como se estivesse prestes a jogar um laço invisível. O protagonista não é um galã, muito menos jovem – mas sobra-lhe carisma, mesmo que nonsense. A música é dessas dance music mais genéricas possíveis, aquele conceito de “as dez mais da Jovem Pan” em que batidas eletrônicas são turbinadas como se tomassem anabolizantes, ficando largas e desproporcionais ao seu tamanho original. Como aquele carro que vara a madrugada com sua antissirene de graves e subgraves, passa no gás como um trio elétrico a cem por hora para sumir no horizonte. Por cima da base, o vocalista rapeia em coreano num refrão que culmina com a frase “Oppa Gangnam Style”, repetida várias vezes. Se você tentou visualizar, pode ter certeza que não imaginou algo tão bizarro quanto isso – tente assistir até o fim.

Continua .

Você pode gostar...