Como assim, Krautrock?

Krautrock foi o nome que a imprensa inglesa – rótulo martelado com insistência por John Peel – deu às bandas alemãs que começaram a aparecer a partir do fim dos anos 60, mas em vez de republicar mais uma vez o texto que fiz sobre o gênero, vou apenas linká-lo enquanto também os redireciono para o torrent do documentário Kraftwerk and the Electronic Revolution me sugerido pelo João no post original.

Em tempo: “Kraut” pode ser visto como uma forma pejorativa de se referir aos alemães (“Sauerkraut” é o nome original do chucrute) como também é uma piadinha de duplo sentido com a onda viajandona daquela geração, pois, traduzido do alemão, “Kraut” quer dizer “mato” – e era como os contemporâneos do krautrock se referiam à maconha.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Gonzo disse:

    Pô, esse uso “maconhístico” de kraut é de segunda mão, vai. Os britânicos chamavam os alemães de “kraut” (em referência os chucrute) desde a Primeira Guerra Mundial.

    Mas ó, mais informações pros teus leitores: o esgotado “Krautrocksampler” do Julian Cope rola em pdf –

    Parte 1: http://www.swanfungus.com/friends/krs1.pdf
    Parte 2: http://www.swanfungus.com/friends/krs2.pdf

    E csse site também é bem bom: http://myweb.tiscali.co.uk/ultimathule/krautrockers.html

  2. Pablo disse:

    Boa Gonzo!!! valeu pelos links, não sabia que tinha esse livro em pdf!