Breaking Bad s05e16

ww

E aí, já deu tempo de ver? Que acharam?

Você pode gostar...

19 Resultados

  1. rnmr disse:

    no final skyler continua levando a vida apertada que tinha antes do câncer de walt. pinkman sai gritando desesperado de mais uma bala que desviou. nenhum algoz sobra. só a presença inclemente da polícia.

    a maior transformação da série talvez nem seja de walt (aquele pequeno flashback do hank convidando-o para acompanhar uma apreensão do DEA foi de gelar a alma). ele meio que adotou como estilo de vida a morte eminente, mesmo quando não estava morrendo.

    o pinkman que realmente passou por aquilo tudo, na linha de frente. muitas vezes mais do que o walt. perdeu duas gurias, alguns amigos, familiares e foi de cozinheiro aprendiz a mestre da meth. o pinkman sempre pareceu o elemento mais instável da narrativa, mas com o tempo tornou-se o mais confiável. ele se empolgava com coisas bestas, se divertia com o que o walt achava insignificante. não ficou com nenhum centavo (e talvez nem com a casa).

    mas ficou vivão. e foi uma jornada brutal para um lek. brutal demais.

  2. Marcelo Pena disse:

    Ruim não foi, só sei que tou rindo aqui, RIP Breaking Bad

  3. igor disse:

    o vince gilligan jogou pra platéia, talvez por isso tenha sido tão ovacionado o seu final…

    ps.: eu gostei pra caralho

  4. Como tinha de ser, né? Como tinha de ser. :~(

  5. janara disse:

    E vc Matias, o que achou?

  6. Gui Neves disse:

    Fodarástico. Catársico. Lindo.

  7. Danielle disse:

    Um final digno e muito bem feito para uma série que me surpreendeu, alegrou e mostrou que a inteligência é sempre a melhor arma..RIP Breaking Bad

  8. Thiago Augusto disse:

    Badfinger matou a pau….Acredito que o final foi justo, não esperava algo muito diferente. Não que isto seja ruim, fechou bem uma boa história.

  9. Carlos Nascimento disse:

    Gostaria de ter visto um final surpreendente, mas não foi. O Walt que estava pra morrer morreu. O nazis que eram maus, morreram. A Lydia que era um demônio, morreu. O Jesse que sofreu diabos, sobreviveu.

  10. igor disse:

    Carlos,

    por isso que disse acima que ele jogou pra platéia, é comum em seriados norte americanos que haja a “rendenção” de seus personagens, inclusive em discussões sobre a última temporada (não sei se foi aqui), foi dito que a única personagem que surpreenderia ser assassinada ao final da séria seria a Marie, que não teria “feito mal a ninguém” (por mais que alguma atitude sua tenha desencadeado algum problema aos demais)

    também esperava um final surpreendente, mas o capítulo final, em suas entrelinhas e reviravoltas, conseguiu ser tão emocionante quanto Ozymandias

    ps.: não sei se vocês sabem, mas a aparição do casal Schwartz foi criada a partir de uma sugestão do garoto Kevin Cordasco, fã da série, homenageado no episódio “Blood Money”, que morreu pouco antes do começo da temporada depois de uma enorme luta contra um Câncer (e que conheceu toda a equipe na época da filmagem da segunda metade da última temporada)

  11. Rafael Pinto disse:

    O finale foi preguiçoso, mas a trama não deixou pontas soltas – a não ser por Jesse, que tá sem grana e sabe-se lá se com algum problema com a lei.

    Breaking Bad é de fato uma história sobre Walter White, que chutou o balde, morreu no começo da quinta temporada, na venda de sua alma, para nascer de vez Heisenberg, que morre na cena final. (…) Nesse sentido, o finale foi perfeito: Mr. White morreria de qualquer jeito, mas fez o que queria, fez bem e gostou do que fez. Além disso, não morreu como o grande Loser que era, deixando sua marca em uma grande história da Blue Meth. Fim!

    Do ponto de vista dos personagens, acho que houve alguma lerdeza dos escritores, não tanto em relação ao Jesse (que poderia ter feito algo mais que somente NÃO matar o professor… mas o moleque é burro mesmo, então seria de fato improvável), mas em relação a Skyler (porra, ela nem tocou nele… que mulher chata e sem emoção!) e ao babaca do Junior (o moleque sempre pagou pau pro Hank, mas nunca reconheçeu o quanto seu pai era foda, nem após essa saga toda. Eu reconheceria!). Gostaria de ter visto esses três personagens se resolverem melhor com nosso anti-herói…

    O triste é perceber que Flin, Walter White Junior, é a projeção daquele antigo Walter White no mundo: um idiota qualquer, deficiente, chato, irrelevante, que só serve pra tomar café da manhã. De fato, o único legado foi a grande história e a blue meth, que será um mito no universo da série.

    – Nota pra série completa: 9 (apesar dos detalhes serem, a princípio, importantes, não passou de potencial. A merda das cores, no fim das contas, não teve tanto significado, nem foi tão importante assim.)

    – Nota pro finale: 8

  12. Romero disse:

    Tinha que ter terminado com Crystal Blue Persuasion do Tommy James & The Shondells.

  13. Eu achei um final muito bem construído. Atou tudo de um jeito que resolvesse todos os problemas de uma maneira agradável e inteligente. Gostei bastante, mas ainda acho que poderia ter algo mais mindblowing no final, deixar uma ponta aberta propositadamente, talvez, o problema é que não sei como haha.

    Mas era o esperado, como disseram, acabou do jeito que tinha que acabar.

    Pelo conjunto total da obra, achei uma série fantástica com um ótimo e digníssimo final.

    P.S.: eu tava urrando quase ficando de pé na cama quando vi entendi o que o Walter tinha feito com a Lydia.

    P.S. 2: Achei meio (meio? hm…) forçado a bugiganga que o Walter criou pra matar os nazis… Mas, consideranto tudo que ele fez durante a série, até deu pra engolir.

  14. rafael disse:

    Vince mandou muito bem no final. Esperado, mas ainda sim emocionante.

    PS: a atriz que faz a Gretch Schawartzman é um pitel.

  15. Rodolfo disse:

    A alguns meses a Ana Maria Bahiana (também apaixonada por BB) escreveu que apesar de toda revolução de BB, talvez a audiência ainda não estava preparada para final que não fosse a “derrota” de Walter White, depois de tudo o que ele fez, simplesmente, não poderia sair “vencedor”. Ela estava certa. Vince Gilligan jogou para torcida, não que isso seja ruim, apenas uma constatação.

  16. Hallison disse:

    Achei digno o fim da série. Pelos desdobramentos de fatos ocorridos nos dois episódios anteriores, e até na própria série no geral, nao tinha como nao acontecer o previsível. Eu e uns amigos tinhamos cogitado a possibilidade de um final Scarface. Mas pela própria natureza do Walter, seria pedir demais que um nerd cinquentão entrasse naquela fortaleza fazendo a linha Schwarzenegger em Comando para Matar e metesse chumbo nos malvados.. rs

  17. Renato disse:

    Quando vi Walter White contemplando o laboratório na cena final, achei que ele cozinharia pela última vez, e morreria bem loco após experimentar sua meth azul que fez tanto sucesso…