Being McCartney

Sobra do Álbum Branco, “Can You Take Me?” entrou só como uma vinheta no final de “Cry Baby Cry” – ou uma introdução a “Revolution 9”. Sua versão integral chegou a ser gravada num take alternativo de “I Will” e circula há tempos em discos piratas. E poderia entrar tranquilamente no primeiro disco do Paul, dizaê.

Você pode gostar...