As baladas dos Paralamas do Sucesso, por Fred Leal

A partida do Fred ainda não foi assimilada direito por ninguém, estou debruçado num texto sobre a importância deste amigo há mais de uma semana e está sendo difícil colocar tanto sentimento em palavras. Na paralela, uma boa alma ressuscitou a coletânea que ele fez apenas com as baladas dos Paralamas do Sucesso, batizada de “Paraladas“, um primor de seleção que foi até citada no site dos caras. E com vários versos que só fazem aumentar a saudade do cara, que ajudou um monte de gente a entender que “saber amar é saber deixar alguém te amar”.

Saudades 🙁

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Daniel Barros disse:

    Porra, eu era leitor do “Rango tru”, “O Baile”, “Axioma”. O cara era minha zona de conforto “musicogastrômica”. Que perda!
    🙁

  2. lucas disse:

    cara aquele dia que vc me contou eu chorei, e eu nem conhecia muito ele, cruzei com ele umas duas vezes na vida e bem rapido. foda perder gente muito jovem e interessada em tudo que nos interessamos, é bem aquilo que o yoda fala mesmo, é um abalo no lado bom da força, que foi sentido mesmo por quem nao o conheceu de perto 🙁

  3. Paluga disse:

    :~

  4. Delfin disse:

    Matias, fiz naquela madrugada inicial um tributo ao Fred, com boa parte de seus podcasts da série É Batata. mais de 10 horas com o pensamento do Fred.
    http://mixlr.com/delfin/showreel/ninho-extra-especial-fred-leal/