As 75 melhores músicas de 2012: 33) Xx – “Tides”

xx-coexist

A expectativa em relação ao segundo disco do Xx pode ter estragado seu impacto – quando a bela “Angels” deu as caras pela primeira vez, já anunciada como a primeira faixa do novo disco, esperava-se um vôo ainda mais ousado que o do primeiro disco, levando as texturas dubstep que davam o tom da banda – junto com o R&B noventista e a dinâmica vocal indie – para um novo patamar. Coexist, no entanto, frustrou as melhores esperança e mostrou-se um disco apenas correto, quase uma sobra de músicas que não puderam entrar no álbum de estréia. A exceção ficou por conta da tensa e bucólica Tides, que realmente leva a fórmula criada pelo grupo inglês para outro nível.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Daniel Soares disse:

    Realmente essa é demais, ainda mais ao vivo a intro dela fica linda! Boa escolha Mathias!

  2. Conhece o Inc.? É a dupla de irmãos de Los Angeles Andrew e Daniel Aged. Seu debut No World saiu em Fevereiro e condensa em quarenta minutos um R&B sutil de vocais sussurrados e fogo brando em canções sensuais (e não explicitamente sexuais). Totalmente composto, gravado e produzido pelo duo, No World mostra em 11 faixas uma produção esmerada, texturas delicadas e beats estilhaçados. Saiu pela 4AD – tradicional gravadora independente inglesa que abrigou bandas gótico/etéreas dos 80, mas só viu a cor do dinheiro com o estouro do paredão de samples “Pump Up The Volume” do M/A/R/R/S, em 1987. É soul de branco, mas sem o ranço indie de bandas como o The xx. Ótimo à meia luz.

    http://www.youtube.com/watch?v=voeZiioqR5s

    http://andnowblog.blogspot.com.br/2013/04/amor-incorporado.html