Arnaldo Baptista: “Não tenho saída…”

Nosso Lóki no Municipal, na Virada Cultural desse ano, via Babee.

De chorar (e vejam logo, porque o Arnaldo pede pra tirar os vídeos do YouTube).

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. jorge disse:

    parece que a música saiu de um sonho.

    essa parceria dele com o catatau no próximo álbum vai ser destruidora

  2. Marcelo disse:

    Ao mesmo tempo que é triste ver o mito nesse estado físico, debilitado, alquebrado, sendo uma sombra do que ele foi, chega a ser poético o esforço que ele faz pra continuar fazendo música, como quem vai aproveitar até o último suspiro fazendo o que ama.

  3. dani disse:

    putz, é demais isso. choro porque não vi ao vivo ele tocar a obra-prima de cabo a rabo!