Adeus ao Azul

luizalian2020

Lembro que quando Luiza Lian me chamou para escrever o texto de apresentação de seu ótimo Azul Moderno, ela já estava produzindo os clipes para o álbum – e o primeiro que começou a ser produzido, que sabia-se que não seria o primeiro da fila (escolhendo o subaquático curta da faixa-título para mostrar o disco), foi o da deliciosa “Geladeira”, todo feito a partir de fotografias analógicas. E é muito sintomático que tenha sido ele o escolhido para fechar o ciclo do disco, ainda mais que sua letra ainda acaba refletindo a sensação estranha deste 2020, e agora finalmente ela lança essa última página de seu disco, dois anos depois de seu lançamento.

Agora é saber o que ela fará a seguir…

Você pode gostar...