A polícia do copyright e outras formas de receita

“É preciso que os produtores de conteúdo vejam nessa economia do ‘grátis’ uma oportunidade para lucrar indiretamente, saindo da lógica de custo de acesso. O acesso deve ser disponiblizado pelo produtor, senão alguém vai fazê-lo. Somos uma geração que está entrando no mercado e precisa ter uma estratégia para ser notada no meio da multidão. É preciso que as pessoas utilizem o potencial da web para nadar a favor da corrente, enxergando outras formas de receita”

Júlio Secchin, diretor do curta Copyright Cops, em entrevista à Tati, no Link dessa semana.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Paul disse:

    ” An OPENSOURCE film about copyright, teenagers & internet inspired by DAVID LYNCH”.