A importância de Steve Jobs

Conversei com o Cruz nessa quinta-feira sobre a saída de Steve Jobs do principal cargo da Apple. Não riam da cara que eu estou fazendo no printscreen do vídeo, não foi de propósito (hehe).

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Ah, vai, deixa a gente rir. :o)

  2. Seospagapau disse:

    Foda-se esse picareta, ladrão de código. e de design “Se apropriou expertamente”. Putaquepariu, “Grande sacada do Jobs”. Pffffffffffffffffffffffffffff.
    Esses picaretas que ficam patenteando idéia de filme de ficção científica e algoritmos que os pesquisadores inventam na academia ou no software livre, e vocês marketeiros ficam aí vendendo indústria e consumo como se fosse “revolução”. Revolução do que??? revolução do sofá??? Seu direito de assistir Lost e de twittar?
    Isso aí é só CAPITAL não é nada além de capital. Vocês falam como esse cara fosse um inventor, esse cara não inventou nada, pergunte pra ele o que ele acha da energia nuclear, se ele se posiciona, se da alguma sugestão pra Fukushima por exemplo. Ele não é “inventor”? Tudo ele roubou ele só chegou na frente porque sabia captar grana, porque tava no lugar e hora certa pra capitalizar tudo. Seus paga pau de rico.

  3. pautagratis disse:

    Méritos como empreendedor o Jobs tem até demais, um dos maiores sem dúvidas, o problemas é a mitificação da figura dele, esse culto exacerbado a sua personalidade/imagem e a própria Apple e seus ditames enquanto esta promove uma concorrência anti-ética e imoral através de patentes, DRM, litígios absurdos dentre outros. Depois do absurdo das ações da Apple para impedir a venda do Galaxy Tab esta contra-ataca alegando que o Tablet foi criado pelo Kubrick em 1968 (http://www.gizmodo.com.br/conteudo/samsung-cita-2001-uma-odisseia-no-espaco-no-caso-contra-apple-e-faz-a-defesa-legal-mais-animal-de-todos-os-tempos/).